Popularizando a Sinfonia

A música está em tudo e tudo o que temos que fazer, é parar e ouvir e uma orquestra é, a maior representação da música instrumental.

O projeto “Popularizando a Sinfonia” foi criado em 2010, com a finalidade de homenagear principalmente a cultura musical  brasileira em seus diversos estilos e ritmos, para oportunizar artistas da cultura popular, regional e folclórica se integrar a um grande grupo, desta forma, promove a simbiose entre as diversas formas de expressão artísticas com uma orquestra no formato sinfônico com artistas de expressão da cultura brasileira.

O projeto é inédito em sua concepção na capital federal e além de contribuir para resgate histórico da cultura imaterial do nosso país, investe na pesquisa de repertório para viabilizar as várias possibilidades de nuances e timbres dos instrumentos com arranjos refinados para instrumentos que compõem um grande conjunto sinfônico e outros utilizados na mpb e na cultura popular brasileira.

O projeto valoriza, incentiva e investe na mão de obra técnica e especializada local nas áreas de música e outras linguagens artísticas, como também, oportuniza o acesso da comunidade das diversas estratificações sociais à música sinfônica erudita e popular com arranjos especialmente elaborados por profissionais de alta qualificação.

No entanto, ao combinarmos o tradicionalismo orquestral à imensa riqueza da música e cultura popular brasileira, admirada em todo o mundo por sua exuberância, temos uma arte poderosa e capaz de levar aos quatro ventos o perfil de um povo, a importância de uma mensagem, a força de uma marca.

Uma orquestra é, por natureza, o ponto máximo da evolução musical, para onde convergem todas as escolas, influências e experimentações sonoras já realizadas na história. Talvez por isso, normalmente a ideia de orquestra sinfônica em nosso país remete a uma concepção limitada à música clássica, distante do grande público, por isso, além de inserir a música clássica nos programas dos espetáculos o projeto propõe valorizar os mais variados ritmos e estilos genuínos da cultura brasileira.

É programado nos espetáculos do projeto a participação de renomados artistas cantores da música popular brasileira, objetivando atrair o grande público, em contrapartida contribui para a formação de novas plateias da música sinfônica, fomentando o turismo, o mercado de trabalho, unindo as forças do erudito e o popular,visando democratizar o acesso das pessoas ao produto cultural.

É assim que o público é formado e conquistado, com sedução e não com imposição, portanto, os espetáculos com o perfil desse projeto, têm uma estratégia pedagógica única de aproximação da Orquestra Filarmônica de Brasília do grande público oriundo da região do planalto central.

Desde a sua criação, o “Popularizando a Sinfonia”  já homenageou a “Semana da Consciência Negra”, unindo a capoeira com um grande conjunto sinfônico ao vivo e cantores populares da cidade; gravou ao vivo o CD/DVD “Choro Sinfônico” que homenageou esse estilo genuinamente brasileiro; com o bloco carnavalesco “Galinho de Brasília” o frevo e o carnaval foi a grande atração; o compositor e maestro Cláudio Santoro, patrono da Orquestra Filarmônica de Brasília foi homenageado com um grande concerto sinfônico e coreografias especiais do Ballet de Brasília criados pela coreógrafa Gisele Santoro e realizou vários concertos com a participação de diversos da cidade de várias linguagens e estilos, culminando com o primeiro Festival Sinfônico da capital federal em 2013.